segunda-feira, 20 de maio de 2013

Gotas de Sol


Gotas de Sol respingam na minha face e eu acordo feliz, mais um dia feliz, com a aquela sensação de ter rejuvenescido muitos anos...

O dia está quente, porém algumas vezes eu ainda sinto frio, existem muitas pessoas ao meu redor, porém algumas vezes eu ainda me sinto só, até que essas gotas de Sol vêm e me banham com um sorriso quente e acolhedor que me leva pra algum lugar melhor, pra qualquer casinha que suporte grandes doses de emoção, de verdade e também de historia, que tenha janelas coloridas e paredes brancas, que acolha em seus braços meus sentimos sendo eles os mais fúteis ou os mais sofredores possíveis.

Já escolhi o meu caminho e estou trilhando-o a cada segundo que se passa,

Não estou perdendo minha essência, mais tenho acrescentado novos perfumes ao meu cotidiano, tenho feito de certas feridas minhas motivações, e de algumas fraquezas minhas resistências... Tenho me entregue um pouco mais ao presente e deixado alguns planos nos cantos, talvez eu esteja preste a acordar, mas prefiro não pensar nisso e viver mais um pouco dos dias alegres, das gotas de Sol, dos bens e dos sonhos aos quais eu ainda não alcancei dos prazeres imaginários, e desse coração ao qual eu acrescento pouco a pouco mais coragem para seguir.


(Alessandra Almeida)

2 comentários:

Moacir Alves disse...

Que sublime, 'gotas de sol' trouxeram chuva gostosa de luz aos meus olhos em cada verso seu.

Alessandra Almeida disse...

Muito obrigada Moacir, fico feliz por isso!