quarta-feira, 31 de dezembro de 2008

A cada novo ano...

A cada novo ano, surgem novas formas de se reviver velhas esperanças que nunca foram esquecidas.
De relembrar as grandes promessas feitas, de louvar e sorrir a Deus pelas vitórias alcançadas e pela graça que recebemos a cada instante à VIDA.

Que 2009 traga as realizações de antigos sonhos e a esperança de vencer os novos obstáculos que ainda estão para surgir.
Paz e felicidade a todos.

Feliz 2009!

(Alessandra Almeida)

quarta-feira, 24 de dezembro de 2008

O que é Fácil?


O que é fácil eu já nem sei, deste caminho que ainda trilharei.
Fácil é deixar tudo como está, é ver a vida passar...
Passar assim sem dor, sem amor sem sofrimento sem ao menos sentir o vento bater uma vez mais em mim.
Fácil é reclamar de tudo que ainda farei.
Fácil é ser tratado como rei neste mundo de pobreza,
É tão fácil iludir-se com o poder das riquezas...
Fácil foi ver a dor dos que estavam ao meu lado e querer que ela fosse minha, difícil foi ter que vencer as minhas próprias lágrimas, foi calar minhas agonias.
É tão fácil reclamar de nossas dores...
É tão fácil afirmar que as dores dos que vão à frente é menor, embora haja quem não reconheça que não passamos de mero pó.
Simples pó que a qualquer momento pode ser levado pelo vento.
Ainda tenho muito a aprender neste caminho que estou a seguir...
As coisas fáceis não estão aqui,
Ficaram para trás...
Em um lugar tão distante que já nem posso ver mais.
Ainda tenho muito pra saber, tanto que nem posso dizer.
O que é fácil?Eu não sei!
Mas posso dizer que ficou distante de mim,
Mas a vida é assim.
As coisas fáceis nem sempre podemos ver, já as dificuldades tentam nos deter.
O que é fácil?
O que?
Diga-me, assim não sairei mais daqui...
Assim saberei o que encontrar...
Assim nunca mais precisarei chorar...
Assim nunca mais cairei por minha culpa...
Assim nunca mais terei medos dos dias escuros dos dias de chuva...
Mas talvez assim nunca mais vença...
Pois jamais me arriscarei, pois o caminho fácil eu já encontrei.

(Alessandra Almeida)

sábado, 15 de novembro de 2008

Os degraus


















Não desças os degraus do sonho
Para não despertar os monstros.
Não subas aos sótãos - onde
os deuses, por trás das suas máscaras,
ocultam o próprio enigma.
Não desças, não subas, fica.
O mistério está é na tua vida!
E é um sonho louco este nosso mundo...

(Mário Quintana)

domingo, 9 de novembro de 2008

Acreditem ainda há uma solução











Através da janela olhei para fora e uma vista incrível pude presenciar, um por do Sol tingindo de milhares de cores o céu azul tão claro e sincero que calou todas as nossas palavras.
Os tons de rosa meio avermelhado e laranja invadiam toda aquela paisagem, enquanto eu tentava entender tamanha beleza, na sala passava um vídeo sobre como respirar.Mas ninguém mais observou atentamente a aula de biologia, queríamos apenas admirar aquela longa paisagem tão vasta e vazia que de cores o céu preenchia e foi capaz de nos silenciar.
Um silêncio tão difícil de ser achado, ainda mais nesses nossos dias em que temos que suportar essas guerras de bolinhas...
Temos que suportar muita gente querendo liberdade mais ainda não passa de uma criancinha sem conhecimento da realidade...
É difícil sentir o contraste aparecer.
Agente apesar de todo cansaço querendo vencer, e tendo ainda que muitas vezes conviver com quem não quer nada fazer.
Nunca ouvi da boca de quem quer que seja que é fácil trabalhar todos os dias e ainda suportar essa agonia, de ver quem não quer crescer destruindo também as nossas oportunidades de mudar de vida um dia.
É difícil ter que carregar a culpa daqueles que julgam não ter nada a perder.
Na verdade é triste ver a ignorância na cara deles, e para um mestre que passou a vida inteira a estudar é difícil sentir tantos esforços por alguns sendo lançados no ar.
Apenas o que posso pedir é a vocês professores que nunca desistam destas salas, destes alunos sem rumo e sem visão porque no meio deles existem aqueles que estão em busca de uma melhor condição, ainda há aqueles que seu futuro hão de mudar e justificar o porquê de vocês ainda acreditarem que existem futuros doutores no meio desta confusão...
Que existe no que se acreditar...
Embora muitos deles não saibam valorizar suas oportunidades.
"Acreditem ainda há uma solução,
ainda há alguém querendo ouvir no meio dessa confusão."

(Alessandra Almeida)

quarta-feira, 29 de outubro de 2008

Queria estar no lugar perfeito


Queria estar no lugar de meus sonhos, aqueles sonhos mais tolos e inocentes...
Queria estar onde meus sonhos não tivessem limites para deslizarem em minha mente e minha liberdade me permitisse realmente descansar...
Desse cansaço que sinto ao ver tantas coisas assim...
Sem rumo sem direção, sem amor sem compreensão...
Queria apenas uma casinha simples com uma varandinha, uma velha rede um bom livro e um violão, e poder ouvir das pessoas que elas realmente sentem o valor do perdão...
Queria poder ouvir delas que realmente entendem o quanto é inexplicável e sem limites o amor de Deus por suas vidas...
Queria um mundo menos egoísta, com mais esperança, e rostos mais otimistas...
Não queria ver tantas lágrimas sendo derramadas em vão, queria apenas que as pessoas tivessem um pouco mais de compreensão, um pouco mais de sentimentos, um pouco mais de emoção...
Para poder sentir a vida até em seus mais simples instantes, sem deixar que nada passe adiante, que nada passe em vão, sabendo que tudo ocorreu porque se tinha um objetivo uma direção, sabendo que tudo aconteceu porque existia um amor maior por você, um amor tão grande que não se pode entender um amor que somente Deus pode ter.

(Alessandra Almeida)

sábado, 25 de outubro de 2008

O Brasil é brasileiro


Meu Brasil é tão Brasileiro...
Aqui é lugar desse povo guerreiro que não para de sonhar...
Dessa gente que apesar da vida difícil nunca deixou de lutar
Das amarguras fizeram músicas e dos desencantos ao invés de prantos fizeram versos pra cantar...
Fizeram foi música das suas dores pra não chorar...
Eita vida difícil essa...
Mas essa agente não pode parar...
Falta um bom livro, ou uma boa educação faltou aquela verba pra ajudar na alimentação...
Mas o que não faltou a eles foi disposição...
Povo mais lutador que esse não há, apesar da certos preconceitos de um salário que não é digno de respeito, ninguém deixou de trabalhar...
Um mesmo território com tantas culturas...
Tantas diferenças...
Tantas diversidades em cada região...
Tantas festas, tantas comidas, descendências, e cada uma diferente em sua própria opinião.
E ainda há a ignorância de se achar que um mesmo estado é igual em cada região, de se intitular “Nordeste” ou “Sul”, como uma coisa só, de rotular tantas diferenças, como se não existisse diversidade, como se não soubessem quanta diferença há em apenas uma pequena cidade.
Brasil lugar de belezas e variedades...
Tantos povos e tantas diversidades, do branco, do Negro, amarelo, do caboclo e do índio, lugar do boi-bumbá, do bumba-meu-boi e do boi de mamão.
Do carnaval de Recife, fortaleza, Ceará, do forro, e bailão...
Dos milhares de sotaques que se modificam em cada lugar de cada região.
Tantas culturas e variedades...
Tantas formas de viver e apenas uma nacionalidade.



“Dos filhos deste solo és mãe gentil pátria amada Brasil”


(Alessandra Almeida)

segunda-feira, 20 de outubro de 2008

Quem Será o vilão dessa história?

Era uma vez uma menina,
Ela podia ser como qualquer outra, mas não era,

De aparência era bela e de palavras sinceras.

Mas realmente lhe faltava algo, de uma importância desconhecida por ela.
Faltava-lhe compreensão,
faltava mais amor e emoção,

Talvez o que faltava realmente era um coração.

Ninguém dizia, mas cada um sabia que podia ser esses montes de maquiagem e jóias que há impediam de chegar à verdade, lhe impediam de ver a realidade.

Ela julgava seu pai como autor de grande crueldade, julgava ser ele o maior malvado da cidade.Só porque não permitia que o seu cartão de crédito estivesse ao seu lado noite e dia,
Só por não realizar alguns de seus mais desnecessários caprichos, só por não poder jogar o dinheiro do seu pai no lixo.
Quem sabe um dia essa menina cresça e comece a amadurecer, a deixar de ser apenas o rosto bonito e o corpo bem vestido que quer aparecer.

Logo a menina enxergara que tem crianças ao seu lado que não param de chorar, que enquanto ela pensa na sua roupa bonita, muita gente por aí está sofrendo pela falta de comida.

Quem sabe esteja bem perto dessa menina crescer e mudar, principalmente seu nome que se chama “Ambição” e passe a se chamar “cooperação” e passe a se chamar “união” e que passe a entender o que vive uma nação.

Logo, logo a menina poderá ver que existe um mundo lá fora que não está preocupado com suas bolsas da moda, ou seu mais novo sapato, logo ela entenderá que não é fácil colocar comida no prato.

Que muito breve ela enxergará que a vida não é esse mar de rosas que ela quer nadar.

"obs.:Este texto é dedicado a todos aqueles que fecham seus olhos pra ver realidade e apenas o que querem viver é seu mundinho de vaidade".


(Alessandra Almeida)

As eleições acabam e as promessas também

Não é de hoje ou ontem que esse povo já sofreu, já faz algum tempo, e ainda tem gente que diz que não percebeu.

O que está fazendo essa gente para não ver?
E o que está fazendo agente para nada a respeito fazer?
Na política tudo é promessa, tudo é solução, é construir isso e aquilo, é ajudar a população, mas porque será que tudo isso acaba esquecido no final da eleição.
As grandes promessas de uma pátria melhor, de um grande futuro, de muitas oportunidades oferecidas, de muitas realizações a serem atingidas, porque será que tudo isso acaba em apenas promessas que, mas tarde eles mesmos nem irão lembrar?
É difícil entender o porquê de ninguém nunca ver...
De ninguém nunca saber...
De ninguém nunca ter nada a haver com os problemas que na sociedade estão aparecendo, ou daqueles velhos problemas que há tempos vem ocorrendo.
A cada quatro anos novos discursos escritos, novas promessas de melhoras formadas, mas no final da história nem a metade é realizada.
Sempre a mesma situação se repetindo, e a culpa acaba no povo que não soube eleger sempre caindo, mas será que a culpa é mesmo nossa?
Ou é deles que não sabem ver?
Por que será que o tempo passa e a cada eleição surge uma nova farsa,e ninguém nunca tem nada haver e ninguém nunca sabe o porquê de nada?

(Alessandra Almeida)

Quando encontrar alguém

Na vida quando conhecer alguém que te faça sorrir quando seus olhos só abrigarem lugar para as lágrimas...
Quando encontrar alguém que não veja os seus defeitos, mas sim suas qualidades, e que não se importe com vaidades...
Que tenha muitos defeitos, mas que para você será perfeito.
Quando encontrar alguém que tenha um grande amor pela vida e por todos os que estão ao seu redor...
Quando encontrar alguém que saiba que pelo simples fato de conhecer você já não é estar mais só...
Quando encontrar alguém que faça de você uma pessoa melhor...
Que não te exija muito, que não precise de tudo, apenas ver seu sorriso a cada minuto...
Quando encontrar alguém que o seu simples olhar seja o motivo da sua alegria...
Alguém com que você nem precise de um conto de fadas para sentir que viverá feliz até o fim de seus dias...
Quando conseguir a difícil proeza de achar alguém que te veja usando aqueles velhos farrapos e ainda encontre em você beleza...
Quando encontrar alguém que não queira lhe dominar, que tenha um amor tão grande que saiba o que realmente é confiar...
Quando encontrar o alguém com que você sente que sempre esperou...
Alguém que você nem sabe o porquê mais por você se encantou...
Alguém por quem desde a primeira vez que você viu seu coração parou...
E esse alguém sentir a mesma coisa por você, se ele for capaz de preencher todo o espaço que havia antes dele chegar,
Jamais o deixe ir sem antes falar...
Quanta diferença em sua vida ele faz e sempre fará.

(Alessandra Almeida)

sábado, 18 de outubro de 2008

Éramos crianças com grandes sonhos

Éramos pequenos leves e felizes
Éramos apenas crianças com sonhos impossíveis,
Sonhos de crianças, mas objetivos de adultos,
Os sonhos mais engraçados e ocultos, sonhos de dominar o mundo.
Sonhos de quem acredita que tudo que desejasse poderia realizar.
Sonhos que não se podiam explicar,sonhos de até mesmo poder voar.
Desde uma chuva de sorvete, viajar em um foguete, dar a volta ao mundo,
Ou simplesmente deixar de ser mudo, deixar de calar-se de aceitar de ficar apenas olhando, enquanto o mundo lá fora está matando e roubando.
Sonhávamos com um belo mundo de igualdade onde fossemos felizes por viver sem egoísmos e incredulidades, diferenças ou marginalidades.
Sonhamos em chegar à lua ou simplesmente em não ver mais a criança mendigando na rua.
Sonhamos com coisas tão simples e ao mesmo tempo tão difíceis, coisas que por nós eram inatingíveis.
Alimentamos nossos sonhos de um dia perfeito de uma música tocando junto ao som de um violão, e que tocasse também em nosso coração na nossa melhor estação do ano, nos tínhamos tantos planos.
Planos que com o tempo foram desfeitos, planos que nunca poderão ser feitos.
Pois crescemos e nossos sonhos encolheram, nossas vozes de protestos e revolução foram engolidas, e com o passar do tempo surgiram novas feridas,
E os sonhos de criança o que deles fizemos?
Os sonhos de criança aos poucos esquecemos, não porque quiséssemos, mas porque não encontramos outro caminho que nos permitisse sonhar,porque a realidade tornou-se dura demais para que conseguíssemos acreditar.
Talvez seja essa dura sociedade que não nos deixou continuar,
Com seus princípios e preconceitos nos fez covardes, prisioneiros de uma triste verdade que se limita a ter o pão de cada dia, que se limita em saber se vai escapar de certas agonias, que se vive no decorrer do dia, da bala perdida, da conta de luz e água que logo estará vencida, de ilusões sofridas de falsas paixões que nos causaram feridas,
Ou de ver que não a dinheiro pra fazer a faculdade de doutor, de ver que cada um está preocupado apenas com a sua dor, e que o mundo esqueceu de olhar para aquelas crianças sonhadoras que eles com suas ironias e corrupção nunca deram atenção.
Saudades dos sonhos de criança, do tempo que pra tudo se tinha mais esperança.
Saudades daqueles banhos de chuvas, tempos esses felizes,
Saudades dessas nossas amadas raízes, de uma infância perfeita.
Sem maldades ou ambição, onde não haviam tirado da criança a verdade ou a esperança de mudar toda uma geração.


(Alessandra Almeida)

terça-feira, 30 de setembro de 2008

De tudo que passar







Dos desencontros a ocasião...
Dos encontros uma opção...
Dos que passaram pela vida sem ver sua beleza restou a escuridão...
Mas aqueles que com o coração enxergaram viram muito além da razão
Puderam ver amigos, ver sentimentos além de qualquer explicação...
Amigos que a distância não pode, nem poderá separar,muito menos afetar...
Que o tempo jamais apagara
E que a vida de presente nos dá.
Amigos...
Que não escolhem cor, tempo, raça, virtude ou beleza para serem como são.
Amigos...
Jamais esquecidos, por serem verdadeiros passaram a fazer parte de um pedaço de nós,de nosso coração.
A distância é algo que não podemos escolher, é inevitável...
Mas a ausência é algo com o qual cada um de nós é o responsável.
Com o erro vem a lição...
Das paixões à desilusão
Das palavras rudes a discussão...
E a quem se verdadeiramente ama o perdão.
A vida um caminho ao qual somente Deus saberá a direção.
(Alessandra Almeida)
Obs:Poesia dedicada a minha amiguinha Jeh!

domingo, 28 de setembro de 2008

Antes de formar seus pré-conceitos realmente conheça do que está falando!


Antes de olhar a casa do vizinho ao lado,Olhe a sua,
Antes de criticar o andar dos que são passantes,
Observe o seu caminhar.
E antes que o dia acabe lembre-se do que aprendeu.
Antes que a vida lhe ensine tudo do jeito mais difícil, procure saber:
Que enquanto você reclama com o seu prato cheio, milhões de favelas se levantam no centro oeste e em um lugarzinho de cada capital dos estados desse nosso Brasil.
Que um incontável número de famílias vivem na mizeria e na fome no Sul desse mesmo Brasil, por não verem suas lavouras crescer.
Que milhões de famílias migram de sua tão conhecida terra por causa dessa tão castigante seca que os impede de ficar.
E que bem do nosso lado tem pais de famílias gastando suas ultimas forças com serviços braçais em uma fabrica, antes mesmo de o dia raiar.
Que você não pode conhecer algo pelo que os outros lhe falam, você só realmente conhece quando presencia, quando você vive quando você sente quando vê.
Que sua visão de turista é apenas uma mascara que lhe colocaram, mas que na verdade as coisas nunca foram bem assim.
Porque você não viveu a jornada daquele pobre pai que lutou todos os dias de sua vida para não ver seus filhos à mercê, daquelas, mulheres que trazem em seu rosto as marcas do sofrimento, daquelas crianças que desde pequenas já sabem o peso do trabalho, e daquele velhinho que apesar da idade ainda luta pelo seu sustento.
Daquele povo que apesar de muitas vezes castigados pela pobreza nunca deixou de sorrir, de viver de lutar e nunca se esqueceu o sabor de sonhar.
Acima de tudo sempre esteve de braços abertos para quem com eles quisesse estar.
Uma mesma pátria, uma mesma nação...
Muitas vezes dividida por classes sociais e por esses políticos que não nos dão atenção.
Por PRÉ-conceitos formados que nos impede uma verdadeira visão.

(Alessandra Almeida)


domingo, 21 de setembro de 2008

Vai muito além do que todos os nossos pensamentos podem nós levar...

Muito acima de nossas definições ou razões humanas...

Muito maior que as ondas do mar e mais suave que o toque do vento...

Mais reluzente que o por do Sol e a luz do Luar juntos...

Mais intenso que a paixão...

Mas eterno que do que o tempo possa permitir...

Maior que os obstáculos que o impedem...

Simplesmente indefinível...

Assim é o verdadeiro amor.

(Alessandra Almeida)

sábado, 20 de setembro de 2008

Aliança


Quando te encontrei onde estavas tu?
Tão perdido eu sei!
Mesmo assim te amei a ti me revelei visitei teu ser
Em meus braços te carreguei de tua vida cuidei tudo isso só por te amar
Alcançaste o meu perdão vida e salvação,
Restaurei o teu coração...

Eu aqui estou para agradecer-te por tanto amor
Tanto amor Jesus
Pela aliança que firmaste com teu sangue sim por teu sangue sim Jesus

Podes tu sentir que eu estou aqui pra te restaurar
Sabes filho meu que eu por te morri pra só pra ti salvar

Ao teu lado sempre estarei, pois contigo selei a promessa feita na cruz,
Alcançaste o meu perdão vida e salvação

Restaurei o teu coração...
Eu aqui estou para agradecer-te por tanto amor
Tanto amor Jesus
Pela aliança que firmaste com teu sangue sim por teu sangue sim Jesus


(Louvor) Autor: Léo Jundi

Obs:Esse louvor é incrívelmente lindo,fala desse amor sem tamanho q Deus teve e tem por nossas vidas,mesmo q não mereçamos, sem palavras para agradecer:).

Como você vê as coisas


Um dia agente aprende que há outras formas de se ver a vida...
Que a outras maneiras de se sentir após uma queda...
E que a várias formas para se aprender a levantar...
Que existe outras maneiras de se ver aquilo que está sempre igual
Aquele mesmo Sol aquelas mesmas flores... Aquilo que ninguém quis ver, ou pelo menos nem tentou, essas coisas podem não mudar, mas com o passar do tempo à forma com que as vemos é que muda tudo.
Um dia você olha pro seu lado e vê que nem todo sorriso é verdadeiro
Que nem todo amigo quer sua amizade, que nem todo vilão era assim tão mal, que nem toda a lágrima derramada valia a pena cair.

Que nem toda a distância é suficiente pra separar,
Que nem todo o tempo pode apagar certas marcas e certas pessoas de nós.
Que amor não é algo que vem em uma caixinha de brindes
E que palavras bonitas sem sentimentos não têm efeito
Que o rumo de sua vida só depende de você
Que às vezes as escolhas mais certas ao seu olhar não eram tão boas assim
Que existe uma longa escada e não é nada fácil subir seus degraus
Mas se você quer chegar ao topo tem que começar debaixo
Que a cada ano de sua vida você não ganha apenas mais motivos para se sentir velho, você ganha bem mais que isso você ganha mais maturidade, mais chances de enxergar que cada um de nós tem nas mãos a escolha, basta saber faze - lá.

(Alessandra Almeida)

sábado, 16 de agosto de 2008

Um novo final de tarde está surgindo


Hoje o dia está chegando ao seu final mais uma vez, e quando olho pra trás vejo apenas versos perdidos tão distantes, e não totalmente esquecidos, que tanto me maltrataram.
Que me tornaram a força que hoje eu sou.
Por mais que destes velhos versos eu tente me desprender eles ainda tentam me deter, me invadir, sempre que me sinto fraca, mais ainda sei, sempre saberei que sou capaz de agir. Hoje eles não podem mais me prender me impedir eles não tem mais esse poder.
Se vou conseguir?
Disso não sei.

Mas sei sonhar, eu devo acreditar em mim.
Devo crer que vou vencer antes mesmo de já ter alcançado a conquista.

Por incontável número de vezes durante o trilhar desse caminho que chamamos de vida surgem não somente uma,mais várias pedras ao longo desse nosso caminhar.
E nem sempre destes obstáculos podemos ultrapassar, Pois dá vida não passamos ainda de alunos. Na verdade somos eternos aprendizes do tempo.
Mesmo que não possamos ultrapassar essas barreiras de nosso caminho, devemos lembrar que ainda estamos vivos, que ainda estamos aqui. O relógio não vai parar a vida e as pessoas ao seu redor não vão ficar congeladas, elas vão seguir em frente mesmo que sem você.
Ainda podemos, ou melhor, devemos lutar a vida nos oferece isso obstáculos a serem vencidos.
Vencer não significa sempre ganhar
Ganhar não é sempre vencer, nem é só isso o que importa.
A vitória não teria o gosto de vitória se não tivéssemos percorrido todo um caminho de obstáculos em busca dela.
Algo que não podemos deixar esquecido é de nunca se render, de nunca se entregar. Mesmo que tudo aponte para isso, mesmo que todos os nossos medos e angústias venham à tona.
Pois isso já é estar entregando de mãos beijadas o seu troféu, a sua luta a sua chance de vencer.
Quando você cresce aprende muita coisa que pai mãe e escola não ensinam, você aprende com essa velha escola da vida, com o seu maior mestre o tempo.
Com a vida você aprende que o mundo não é colorido como você sonhava em sua infância, ou muito menos um mar de rosas.
Mas o modo como você enfrenta tudo é o que o faz diferentes dos verdadeiros perdedores, mesmo você não ganhando o combate.
E a maneira como você limpa a poeira da roupa depois de haver caído e segue em frente sem olhar para trás se lamentando.
Como você é capaz de acreditar que o amanhã será diferente dos outros dias que você viveu
É acreditar que pode encontrar a pessoa certa e única pra você nesses milhares de pessoas que passaram por sua vida.
É acreditar na inocência de um olhar
Nos sorrisos

Na sinceridade, no perdão, na confiança.
No amor aos outros
É acreditar na vida,
Crer que a vida não pode ser mais difícil do que você seja capaz de suportar

É acreditar que aparecem obstáculos em seu caminho porque você é capaz de vencê-los
Caso contrário eles não existiriam para você.

(Alessandra Almeida)



sexta-feira, 15 de agosto de 2008

Final de tarde


O dia como qualquer outro vem se desfazendo num leve entardecer
Mas esse dia não é como os outros que já se passaram
Esse dia é único, esse dia se chama hoje se chama agora.
Esse dia traz com ele a oportunidade de tudo ser melhor do que tem sido.
Esse dia já está aqui comigo do meu lado e em um pequeno espaço de tempo posso observar tudo novamente silenciar.
Vejo tudo novamente parar, tudo calar-se.
Vejo números meio tortos e enfileirados, rascunhos de velhas frases trazidas pelo passado, passado esse que já se mantém quase esquecido mais ainda vivo em mim.
Rascunhos jogados numa velha mesinha que eu bem conheço que nasceram ao som das emergências e morreram no final de cada entardecer no final de cada dia.
Posso ver o Sol se pondo atrás de densas camadas de neblinas que envolvem morros que me acostumei a admirar ao longo de meu caminhar por essa estrada.
Na rua os carros passam até bem menos que de costume, tudo é terrivelmente normal.
A não ser por esse longo silencio que é cortado por tua voz
Quase que pela melodia declamada por poetas, talvez uma música cantada diferente das outras. Essa doce expressão proferida é o teu falar.Com perfeição torna-se para mim melodia, com seu embalo e simpatia a sua magia toca o pulsar de meu coração.
Suave e inocente vem me pedir mais uma vez a segurança pra seguir
Eu não a tenho em minhas mãos, mas se as pudesse ter seria sua.
Essa segurança que não posso te dá, é a segurança que me traz o teu falar.
Que ao ouvir tua voz me torna mais forte que me faz encontrar esperanças que já haviam sido perdidas. Que me faz acreditar que ainda pode existir beleza em mim mesmo usando as velhas roupas de meu armário.
Que me faz rasgar as velhas fotos da gaveta e me faz pensar em planos para o futuro.
Que me faz acreditar naqueles que tentaram roubar meu riso, e me mostra que eu sou diferente deles, que não preciso roubar sorrisos de outros para sorrir.
A tua voz faz meus olhos brilharem mesmo quando eles lagrimejam de dor
A tua voz traz a calma de que necessita o meu viver
A tua voz traz a magia da musica que embala meu coração
A tua voz tem esse poder, tem poder de me fazer rir de me fazer chorar de me calar.
Não sei como definir. Não sei que efeito é esse,teu falar que pode dizer
É teu falar que faz com que eu acredite ainda e mais uma vez em mim.
(Alessandra Almeida)

quinta-feira, 7 de agosto de 2008

Amor que jogo é esse?





**amor**

nesse jogo eu perdi...
Mas na verdade nós dois perdemos...
Eu porque te amava...
E você porque perdeu quem mais te amava...
Na verdade você perdeu mais do que eu...
Pois posso amar outros como amei você...
Mas você nunca vai ser amado como eu te amei**

Ás vezes, as pessoas que amamos nos magoam, e nada podemos fazer senão continuarmos nossa jornada com o coração machucado.

Ás vezes nos falta esperança.

Às vezes o amor nos machuca profundamente, e vamos nos recuperando muito lentamente dessa ferida tão dolorosa.
Às vezes o amor nos faz chorar,nos faz sofrer, nos faz querer parar de viver Você descobre que as pessoas que pareciam ser sinceras e recebem sua confiança,não eram tão sinceras assim, e maltratam seu coração sem qualquer piedade.

Às vezes perdemos o ânimo , mas precisamos descobrir que ter fé é o melhor;
Que precisamos acreditar tanto quanto precisamos respirar.

É a nossa razão de existir.

Nós merecemos a felicidade.Mas para isso, é preciso limpar as lágrimas do passado e erguermos com uma nova esperança de que desta vez tudo será diferente.

Às vezes estamos sem rumo...

E pensamos em nunca mais querer alguém.

Mas ali por perto, ou lá longe, existe um coração pronto a nos acolher.

Então, alguém entra em nossa vida e se torna nosso destino....

Assim, ao conhecer alguém, mas certifique-se de estar entregando seu coração a alguém que valorize os mesmo sentimentos que você.Estive procurando...
Mas não encontrei...
Não vou desistir...
Só vou esperar o momento certo...

Autor: (Desconhecido)

sábado, 2 de agosto de 2008

☆».Olhos Castanhos ☆».•´


•••têm
o
brilho
de
todas
as
águas
ao
luar•••☆

«☆».•´¯`•.«☆».•´¯`•.«☆».

... mas por trás de tanta beleza, esconde-se uma fera...

«☆».•´¯`•.«☆».•´¯`•.«☆».
Autor:desconhecido

terça-feira, 22 de julho de 2008

Mulher não é tudo igual!


O tédio tenta nos dominar dentro de uma manha vazia
Já não nos resta mais nada além da espera.

Os minutos se passam confundidos com as horas que já nem fazem a diferença pra nós.

Vemos o Sol em cada manhã, ele bate em uma janela que nos acostumamos a ver.
Olhamos através dessa janela e nos perdemos envolvidas com sonhos distantes e esquecidos dentro de nós mesmas.
Às vezes as angustias tentam nos sufocar e calar nossa voz
Mas é impossível nos contermos, esse nó na garganta explode e liberta fúrias abafadas e escondidas dentro de nossa alma.
Falamos o que não desejávamos dizer, sentimos o que não queríamos sentir.
E tudo isso porque tentaram apagar nossas atitudes

Tentaram nos esconder
Tentaram calar nossa voz.
Mas não puderam tirar isso de nós, esse é nosso jeito assim somos e não podemos mudar para satisfazer caprichos alheios.
Não podemos deixar que façam de nós aquela bailarina que fica em cima de uma caixinha de música, por mais que ela seja linda, ela não é capaz de fazer nada
Ela não fala
Ela não vive
Ela apenas agrada os outros com sua dança suave e repetitiva.
Estamos cansadas dessas mulheres que tornaram do seu salto alto e seu decote seus maiores princípios, e esqueceram de usar o que realmente importa:
A sabedoria.
E com isso levaram até a cabeça de muitos um velho e errado conceito:

“Mulher é tudo igual”.

Engano, triste e grande engano.
Nunca seremos iguais.
Cabeças diferentes, pensamentos diferentes, sentimentos algumas vezes até parecidos, mas totalmente diferentes uma das outras.

Estamos cansadas de nos imporem padrões de belezas e comportamentos perfeitos.
De nos dizerem você é bonita, mas não é capaz, ou vocês pensam apenas em consumismo.
Não nunca seremos iguais às outras, nem na maneira de pensar, nem na maneira de agir.
Cada uma sabe o que lhe convém
Cada uma sabe o tamanho de suas responsabilidades e suas capacidades para serem reconhecidas e admiradas
Por serem como realmente são e não pelo que o mundo lhe impõe.

(Alessandra Almeida)

quinta-feira, 17 de julho de 2008

Lágrimas


Talvez quem saiba daqui a um minuto tudo tenha acabado e desabe novamente em meus ombros, e meus olhos estejam encharcados de lágrimas, mas tenho que torcer para isso não acontecer, tenho que aprender a esquecer meus medos.
Preciso vencer.
É como se eu estivesse pulando por cima de lanças de fogo e recebendo espinhos ao invés de rosas.
Na minha carne sinto o cansaço querendo me abater, tentando me derrubar mais sei que ainda posso lutar, depende de mim basta que eu saiba como fazer.
A vida nos prega peças bem estranhas nos torna muitas vezes o palhaço do nosso próprio palco, mas não aquele palhaço que arranca risos de alegria, e sim nos torna o alvo dos deboches das criticas.
Mais quem não se levanta outra vez e outra vez a mais depois da queda, esse nem si quer merece ter um palco.
Lágrimas são apenas conseqüências de nossas quedas elas fazem parte de nós.

Elas surgem quando não há mais nada além da dor que nos invade.
Chorar nunca será vergonha, mas culpar o mundo e a vida de suas lágrimas isso sim é vergonha.

A grande vergonha não está em derramar lágrimas, mas sim em escondê-las só para mostrar-se forte e inatingível.
A vida é feita disso de doces sorrisos e amargas lágrimas.
E isso não nos torna infelizes pelo contrario, quando provamos à dor das lágrimas aprendemos o valor dos sorrisos.
E aprendemos também que existem outras lágrimas
Ás de alegria.

(Alessandra Almeida)

segunda-feira, 7 de julho de 2008

Poesias são sentidas

A se vivêssemos apenas das doces palavras das poesias....
Tudo seria tão simples e ao mesmo tempo tão singelo aos nossos olhos
Tudo passaria rápido e ao mesmo tempo com a doçura de um sorriso chegaria em nossos corações, poemas que amamos que sentimos que foram escritos com sentimentos verdadeiros, eles tem esse poder.
Tem poder de nos fazer rir
De nos fazer chorar
De agradar alguns e provocar o descontentamento de outros
O quão bom seria passarmos dias e dias envolvidos nos sons das palavras de doces poemas que nascem de nossos corações e invadem nossa alma,
Poesias que surgem para libertar dragões presos dentro de nós mesmos.
Para dizerem o que nem nós sabemos que á pra ser dito.
Tristes poesias que não conhecem os sentimentos
são escritas apenas para rimarem.
Tristes aqueles que nem ao menos tentam forma-lás para serem comparadas com alguém
Para serem desejadas por alguém
Para serem por algum motivo admiradas
Tristes esses poemas que se formam dentro de sua própria e vasta razão com coisas banais sem sentido sem amor ou mesmo que sem sofrimento
Esses provocam um único sentimento
O tédio do leitor
Uma palavra pode mudar tudo
A maneira que é interpretada pode mudar seu sentido
Mas a maneira que ela é dita pode bem mais...

Pode mudar nossos sentimentos.
(Alessandra Alemida)

sábado, 5 de julho de 2008

Pode ser..


Sem rascunhos assim me fizeram..
Mas me fizeram sem medo de errar,
Fizeram na intenção do acerto na chance do erro e com o único objetivo o de amar.
Pode ser até que algumas, ou melhor, muitas vezes eu caí.
Mas nunca deixei de acreditar em mim
Pode ser até que tenha me iludido, mas ainda não deixei de sonhar.
Pode ser que tenha me revoltado com o amor
Mas foi simplesmente por que não o conheci.
Pode ser que tenha corrido mundo a fora, mas não foi em vão.
Por todo ele colhi amigos como flores em um belo jardim
Amigos que me tornaram alguém melhor,
Que deixaram o seu perfume penetrar em meu coração.
Amigos que aprenderam a cantar a mesma canção que canta o meu coração.
Amigos que já nem os tenho ao meu lado, mas que ainda os posso sentir.
Pode ser que o amanha seja melhor mais ainda tenho que acreditar no hoje
Pode ser que tudo passe, mas as verdadeiras coisas permaneceram em mim.
Pode ser que o mundo monte seus esquemas de ódio e medo, mas guerreiros sempre existiram e lutaram pela sua vitória.
Pode ser que eu encontre em minha vida pessoas que tentem me derrubar
Mas sempre existirá alguém pra me estender à mão
Pode ser até que sofra muitas vezes e até sinta que não vou conseguir,
Mas ainda me restará a minha fé.
Uma fé que será sempre maior que tudo que meus olhos podem ver
Uma fé que me fará sorrir de novo que me fará vencer que me fará conseguir seguir em frente sempre e uma vez a mais enquanto ela existir em meu coração.
Pode ser que pessoas entrem sem ter motivos em minha vida
Mas só permaneceram nela se elas encontrarem algum
Pode ser que eu não seja escutada quando precisar
Mas terei sempre alguém com que nem preciso dizer nada,
Pois conhece até mesmo os fios de meus cabelos
E saberá também as dores de meu coração.

Pode ser que a vida passe
Mas ser for vivida a cada minuto valerá a pena
Valera a cada lagrima
Cada sorriso
Cada momento
Cada olhar
Ser for feliz tudo valera a pena ser vivido e lembrado.

(Alessandra Almeida)

Obs:O desenho acima foi feito por uma pessoa que eu admiro mto ele pode já não estar mais perto ,mas sempre o verei como um grande artista,o que ele realmente é.

segunda-feira, 30 de junho de 2008

Era apenas um sonho!



Hoje acordei envolvida a uma alegria que inundava cada parte do meu ser, algo que tirava lascas de felicidade do meu olhar. Como se tivesse por um momento estado no paraíso.
Eu sentia a leve e suave brisa do vento a tocar meus longos cabelos e espalhá-los em meu rosto, que sentia a luz do Sol se refletir em mim.
Onde estava ao certo não sei, mas apenas o que via era um longo mar que corria com suas calmas ondas como se fosse sem fim.
Lá não havia nada nem ninguém apenas uma paz que inundava meu ser capaz de me fazer esquecer de tudo do meu dia a dia dos momentos difíceis e ruins, que me fazia sentir uma alegria que parecia sem tamanho.
Não podia ver nada além de um longo horizonte que parecia ser só meu, e em minha pele sentia os finos e leves grãos de areia a me tocar e a luz do Sol a me aquecer.
Alguns pássaros bailavam sobre o ar e já se chegava o entardecer e com ele as reluzentes cores do Sol faziam um incrível espetáculo no céu que parecia sido desenhado pra mim.
Em meio a toda aquela magia que eu estava, não esperava que mais nada pudesse acontecer, já me sentira feliz com apenas a tua lembrança em meu coração.
Mas algo inesperado aconteceu, de repente quando meus olhos se perdiam nas fracas ondas do mar senti você ao meu lado.
Parecia um quadro uma pintura um filme seu sorriso acertou minha alma e sua voz agitou meu coração. Naquele momento foi como se o tempo tivesse sido paralisado, você sentou-se ao meu lado e a única coisa que podíamos ouvir além do som das ondas do mar era um longo silencio, mas um silencio bom, um silencio de quem não precisa dizer nada. Apenas o que ouvíamos era o som de nossos corações que batia em um ritimo acelerado que mais parecia estar cantando uma canção de amor.
Tudo era estranhamente perfeito, der repente senti sua doce mão a tocar nas minhas e saímos correndo pela areia de mãos dadas como duas crianças a brincar. Sentíamos as ondas baterem em nossos pés e tentávamos as pular, apenas o que existia eram sorrisos envolvidos por uma doce paisagem e em meio a uma harmonia sem fim.
Não precisávamos dizer nada, pois cada vez que nossos olhares se cruzavam sabiam dizer tudo o que tinha pra se falar.
Depois de tanto corrermos, paramos, e sentíamos nossos corações pulsarem ainda mais acelerados que antes devido a nosso cansaço, estávamos quase sem fôlego mais ainda sorriamos como crianças.
Você pegou em minhas mãos e seu olhar e o meu olhar se cruzaram e tudo parou parecendo que para ver aquela cena. O Sol radiava em tons de um vermelho e em meio as suas cores os pássaros pousavam na areia.
Nossos olhares trocavam juras de amor entre si, nossos corações batiam tão rapidamente que um podia ouvir o pulsar do outro.
Tudo era incrível seus olhos se fechavam mais os meus ainda estavam abertos, quando fechei os meus percebi como se tivesse tudo desaparecido. Quando voltei a os abrir percebi que tudo não havia passado de um sonho.
Que tudo aquilo na verdade nunca aconteceu, que por apenas aquele momento acreditei estar vivendo uma linda historia que nem me pertencia.
Que na verdade você nem ao menos existiu.
Será até quando criarei histórias ao invés de as vive-las?Até quando meus sonhos serão apenas sonhos que ao amanhecer terão sidos desfeitos???
(Alessandra Almeida)

sábado, 28 de junho de 2008

O amor e a distância


Simplesmente me faltam palavras para explicar a grandeza e a beleza dessa poesia, uma das mais emocionantes que já li na vida e que posso dizer que foi feita pelo meu poeta preferido, a beleza e a verdade de suas palavras alegraram muito meu coração e me emocionaram profundamente.

Eu te amo...
Te amei em cada batida do meu coração
Meu amor por você está acima das minhas virtudes e meus vícios
Ele é uma grande palavra
Tão grande que fica vazia quando não contém tudo o resto, a distância guarda em seu mais profundo segredo
Distância...
Por causa dela
Não tenho você ao meu lado
Sinto a ausência do seu perfume
Capaz de me tornar forte e fraco ao mesmo tempo
Do seu sorriso
Brilhante como o sol, suave como as estrelas
Dos seus olhos
Que junto com os meus abrigam lágrimas que correm pelo labirinto das emoções
Lágrimas que caem na alma
Lágrimas que se perdem no coração
Distância...
Capaz de aumentar sentimentos
Saudade, solidão, tristeza
Mas essa mesma distância que machuca
Fortalece o meu amor
Amor verdadeiro
Capaz de reconhecer minha alma na sua
De dar sentido à minha vida
De me fazer alcançar o inalcançável
Sem estar pronto para isso
Não podemos nunca nos esquecer desse amor
Pois se o fizermos
A distância irá fechar os nossos olhos
E impedirá que eles se abram novamente
Mas é preciso acreditar
Que um dia estaremos juntos de novo
Olhando o mesmo horizonte, esperando que ele nunca acabe
Pensando os mesmos pensamentos
Sorrindo o mesmo sorriso
Flutuando na mesma paixão
Vivendo o mesmo amor
E lembrando sempre
Que apesar de a distância ter tentando nos separar
O destino me escolheu para te amar eternamente.

Procura-se um amigo


Não precisa ser homem, basta ser humano, basta ter sentimentos, basta ter coração. Precisa saber falar e calar, sobretudo saber ouvir. Tem que gostar de poesia, de madrugada, de pássaro, de sol, da lua, do canto, dos ventos e das canções da brisa. Deve ter amor, um grande amor por alguém, ou então sentir falta de não ter esse amor.. Deve amar o próximo e respeitar a dor que os passantes levam consigo. Deve guardar segredo sem se sacrificar.

Não é preciso que seja de primeira mão, nem é imprescindível que seja de segunda mão. Pode já ter sido enganado, pois todos os amigos são enganados. Não é preciso que seja puro, nem que seja todo impuro, mas não deve ser vulgar.Deve ter um ideal e medo de perdê-lo e, no caso de assim não ser, deve sentir o grande vácuo que isso deixa. Tem que ter ressonâncias humanas, seu principal objetivo deve ser o de amigo. Deve sentir pena das pessoas tristes e compreender o imenso vazio dos solitários. Deve gostar de crianças e lastimar as que não puderam nascer.


Procura-se um amigo para gostar dos mesmos gostos, que se comova, quando chamado de amigo. Que saiba conversar de coisas simples, de orvalhos, de grandes chuvas e das recordações de infância. Precisa-se de um amigo para não se enlouquecer, para contar o que se viu de belo e triste durante o dia, dos anseios e das realizações, dos sonhos e da realidade. Deve gostar de ruas desertas, de poças de água e de caminhos molhados, de beira de estrada, de mato depois da chuva, de se deitar no capim.


Precisa-se de um amigo que diga que vale a pena viver, não porque a vida é bela, mas porque já se tem um amigo. Precisa-se de um amigo para se parar de chorar. Para não se viver debruçado no passado em busca de memórias perdidas. Que nos bata nos ombros sorrindo ou chorando, mas que nos chame de amigo, para ter-se a consciência de que ainda se vive.


Vinicius de Moraes

Ainda existe um sorriso por você

Muito tempo se passou
E em todo esse tempo não tive você ao meu lado
Meu coração nem sei direito o porquê se acostumou a bater em um ritmo diferente do que estava acostumado.
Talvez seja amor, mais ainda nem sei como sentir isso.
Talvez seja uma ilusão que mergulhei
Ou apenas tivesse sido um sonho que acordei
Muitas vezes posso até dizer que todas às vezes eu tentei não acreditar
E simplesmente neguei.
Mas meu sorriso me condenava á ser refém dessa alegria que só você me trazia.
Pode ser mesmo que tudo passou e você já nem me conheça como realmente sou.
Mas em mim ainda carrego um pedaço de você
Que nem ao menos sei por que nunca me deixou.
Algo que me faz acreditar no brilho que existe no seu olhar
e nas chamas que reproduz seu sorriso
Que me faz flutuar pensando em você
Algo que simplesmente não sei explicar,
Mas que defino tudo quando estou ao seu lado.
Talvez meu sorriso ao pensar em você ainda exista
Por que acredito em um amor que nunca será meu.
Um sonho tolo que permanece em mim
Mesmo não sabendo se um dia também será seu.

Alessandra Almeida

Como ele era antes de conhecer tão grande amor


Uma estranha ira apoderou-se do teu ser;
Não te entenderam não compreenderam o que tu tinhas, 
apenas quiseram te criticar, tu eras um pobre louco e sofredor ao olhar dos outros;
Não tinha alegria e só a angustia te dominava;

A tua calma era aparentemente vaga e vazia e 
não era percebida no meio em que tu vivias;
Tua vida era solitária e não tinha um semblante alegre em tua face, nem ao menos entendia o que era verdadeiramente sorrir;

Tu acordavas em meio a um grande e fasto vazio e dormias ainda mais vazio que antes;

As coisas que o mundo te oferecia não ti faziam feliz;

As belas festas não alegravam tua alma;

Todo o dinheiro que possuías não era suficiente para apagar tuas lamentações

As belas e grandes ruas com diversos tipos de mulheres e até bebidas quentes n
ão eram capazes de aquecer teu frio coração;
Mesmo as belas noites estreladas e o por do Sol em dias longos de verão

Conseguiam chamar tua atenção ou alegar teus olhos.

Cada dia era um novo sofrimento dentro de uma angústia que somente tu conhecias;

Mas um dia em meio as tuas lágrimas de lamentações que se encerravam noite adentro, t
ão profundo que não se podiam entender os motivos por pior que fossem, uma prece tua um pedido desesperado de socorro teu e um belo anjo do Senhor apareceu com vestes brancas e te resgatou, limpou teus olhos e a partir daí teus eles puderam enxergar tudo a tua volta;
Tudo então se fez novo e você percebeu que nenhum de teus amores era maior do que o Amor que ele tinha por tua vida, que poderiam te abandonar, mas ele sempre estaria a teu lado, que enquanto o mundo te fazia chorar ele te fazia sorrir.

A partir daí você conheceu o seu primeiro e verdadeiro amor;

Um amor maior e superior do que tudo que tu pudeste imaginar.

Amor maior que tudo que sentiste antes ou que ainda podes sentir em toda tua vida. Que você recebeu e sempre vai sentir mesmo sem merecer

Chama-se o amor de Deus.

(Alessandra Almeida)

Minha terra!

Com está poesia Antonio Gonçalves Dias conseguiu mostrar o que sente o coração de todo estrangeiro longe de sua tão querida e amada terra.


Quanto é grato em terra estranha
Sob um céu menos querido,
Entre feições estrangeiras,
Ver um rosto conhecido;


Ouvir a pátria linguagem
Do berço balbuciada,
Recordar sabidos casos
Saudosos — da terra amada!


E em tristes serões d'inverno,
Tendo a face contra o lar,
Lembrar o sol que já vimos,
E o nosso ameno luar!


Certo é grato; mais sentido
Se nos bate o coração,
Que para a pátria nos voa,
P'ra onde os nossos estão!


Depois de girar no mundo
Como barco em crespo mar,
Amiga praia nos chama
Lá no horizonte a brilhar.


E vendo os vales e os montes
E a pátria que Deus nos deu,
Possamos dizer contentes:
Tudo isto que vejo é meu!


Meu este sol que me aclara,
Minha esta brisa, estes céus:
Estas praias, bosques, fontes,
Eu os conheço — são meus!


Mais os amo quando volte,
Pois do que por fora vi,
A mais querer minha terra,
E minha gente aprendi.
Paris – 1864
Gonçalves Dias

domingo, 15 de junho de 2008

Essa incrível frase de Mario Quintana é uma das que mais me chama a atenção pela verdade com que ele escreve cada uma de suas palavras.

O Poema
O poema essa estranha máscara mais verdadeira do que a própria face.
Sonho

Um poema que ao lê-lo, nem sentirias que ele já estivesse escrito, mas que fosse brotando, no mesmo instante, de teu próprio coração.

Mario Quintana

Sorriso


De todas as poesias que escrevi essa é uma das minhas preferidas
principalmente porque dou muito valor a um sorriso verdadeiro.


Muitas pessoas não sabem valorizar um sorriso.
O sorriso é como uma flecha de alegria que as pessoas nos lançam.
Á vários tipos e formas de se expressar um sorriso.


1 sorriso de alegria:
É aquele que você está tão feliz que sente uma dor no canto da boca de tamanho é o seu sorriso parece que todos os movimentos de sua boca são pequenos para caber um sorriso tão grande.


2 Sorriso por achar algo engraçado:
É aquele que você rir descontroladamente e chega a ficar sem ar e a emitir uns barulhos engraçados com a boca, seus olhos ficam lagrimejando de tão engraçado que você acha algo.


3 sorriso envergonhado:
É aquele que você tem quando alguém te faz um elogio muito grande, e você fica constrangido, suas bochechas ficam vermelhas e você dá aquele sorrisinho de quem quer enfiar a cabeça debaixo da terra.


4 O sorriso falso:
É aquele que você dá quando é obrigado a tirar uma foto que você não quer sorrir aí você abri a boca e mostra os dentes num riso forçado. E qualquer um pode ver que seu sorriso é falso, pois seus olhos não demonstram alegria.
Você também usa esse sorriso quando encontra alguém chato, você vê a pessoa vindo e diz um oi e mostra esse sorriso pensando apenas com você mesmo, tomara que ele vá embora logo.


5:Sorriso de amigo
É aquele sorriso enorme e verdadeiro que não tem nenhuma malicia nem falsidade, e é o sorriso que damos ao encontrarmos amigos que gostamos muito, quando reencontramos pessoas queridas e de grande importância para nós. Um sorriso que surge de você por qualquer coisa engraçada que seu amigo fale e que ele acha super engraçado, por mais que para você não tenha tanta graça, você ri com ele e se sente feliz, porque ele está feliz e também por que ele está achando algo engraçado. Um sorriso que faz seu rosto ficar mais jovem, seus dentes ficarem mais lindos e seus olhos ficarem pequenos de alegria.


6:Sorriso de quem ama:
O sorriso de uma pessoa apaixonada faz seus olhos brilharem e é capaz de iluminar todo o seu rosto. Transmite uma alegria enorme pra quem é amado e para quem ama um sorriso que demonstra emoção que não é exagerado, mas também não some facilmente de nossos lábios, é um sorriso que constantemente aparece quando estamos perto ou pensamos em quem amamos e que se torna ainda maior e mais bonito quando sentimos que alguém também sorri assim para agente. Alessandra Almeida.

A arte de amar



Muitos falam de amor como uma coisa banal que podem encontrar em qualquer esquina, mas não conhecem o verdadeiro significado do amor;
Amor não se demonstra com palavras ensaiadas...
E nem com presentes luxuosos...
O amor se vê em pequenos detalhes...
E pequenos gestos que só percebe quem ama;
O amor se vê em um olhar sincero...
Em um sorriso verdadeiro...
Em pequenas coisas para os outros mas que representam muito para agente.
O amor está presente nos momentos fáceis e difíceis;
O amor não tem pressa e não é aproveitador...
E nem pensa só nele...
O amor verdadeiro confia...
O amor verdadeiro permanece...
Mesmo quando estão todos contra ele;
O amor verdadeiro resiste a qualquer tempo e a qualquer distância que o destino lhe impor;
O amor verdadeiro nunca pode ser substituído, pois é um presente de Deus.


(Alessandra Almeida)

O que sentimos por quem está longe



Essa poesia eu fiz especialmente para uma pessoa que a muito tempo não vejo mas sei que nem o tempo e nem a distância conseguiram apaga-la de mim.
Como simples palavras serão capazes de expressar o que sentimos por pessoas que amamos e há muito tempo não às temos ao nosso lado, ao alcance de nosso olhar.
Que há tempos não sabemos de suas lutas nem de suas vitórias ou mesmo de suas desilusões;
Mas mesmo diante a disso ao longe torcemos por muitas serem as suas conquistas e por poder revê-los nem que por um instante, um piscar de olhos suficiente para sabermos que o tempo não conseguiu apagar aquela pessoa que bem conhecemos e desejamos insistentemente por rever.
Que por mais que as grandes barreiras da distância tenham surgido e com ela o tempo tenha trazido o decorrer dos anos, as suas lembranças não puderam ser apagadas em nós
Pois em nossos corações pulsa um sentimento que bem conhecemos
A saudade.
Saudade que a cada dia que passa torna-se mais viva em nosso peito.
Saudade que nos faz perceber que a distância também pode nos aproximar das pessoas que um dia estiveram ao nosso lado, mas que precisávamos sentir sua ausência para entendermos a grandeza de nossos sentimentos por ela;
Sentimentos que por serem verdadeiros permaneceram vivos dentro de nós.

Alessandra Almeida

sábado, 14 de junho de 2008

Solidão ou Pressa?


Solidão um sentimento que talvez sentimos por carência ou mesmo por pura pressa.
Está pressa que nos impede de esperar pela pessoa certa e por medo da solidão muitos acabam atropelando a sua chance de serem felizes, e entregam de bandeja o seu coração para a primeira pessoa que aparece em seu caminho.
Mais tarde acabam frustrados e magoados e jogam a culpa de tudo no amor, sendo que ele nunca existiu para aquelas pessoas.
E assim vão fazendo várias tentativas inúteis que resultam nas mesmas magoas e mesmas decepções.
Com o tempo olham para trás e enxergam suas inúmeras tentativas de encontrar um amor que nunca tiveram. E se sentem incapazes e solitários, pois conseguiram perceber que o amor verdadeiro jamais se encontraria dessa maneira, que o amor verdadeiro é único e só existe um para cada coração.
Percebem que deixaram a chance de encontrar o seu grande amor por covardia, medo da tão temida e indesejada solidão, que agora os acompanha. Sem saberem que no fundo eles nunca estariam sozinhos.
Pois quem espera um grande amor não está só.
Mais quem procura um grande amor como uma criança procura um doce, e saí experimentando todos até achar um que lhe agrade, este sim está solitário, pois em sua vida teve várias pessoas, mas nenhuma foi capaz de preencher o vazio que existe em seu coração.
Um vazio que só é preenchido quando se encontra o grande e verdadeiro amor de sua vida.

Alessandra Almeida.

sábado, 7 de junho de 2008

Esperar



Muitas das vezes a espera torna-se tortuosa e difícil para nosso ser, como as lentas voltas dos ponteiros de um relógio que não conseguimos perceber suas horas se passarem;
Como á espera incessante e insensata daquilo que bem sabemos que não poderemos ter...
Mas assim mesmo insistimos em buscar;Como procurar dentre os grãos de areia e as gotas do mar a qual é a que queremos para nós;Como voar sem ter onde pousar; Pedir sabendo que não vai receber;Falar e não ser ouvido;Como ser um grande poeta sem ter palavras;Como um leitor sem seus livros;Como a vida sem  seus sorrisos;Para os tolos loucura...para os sábios esperança...Para quem acredita sempre vai existir em seu coração; Pois a realidade pode ser dura, mas sempre existiram sonhos para aqueles que acreditam;Feliz é aquele que tem sonhos mesmo que não possa realizá-los.Mesmo que todos lhes digam que não vai conseguir ele é capaz de sonhar.Mesmo quando o mundo diz que em seu destino foi traçada a tristeza ele é ainda capaz de sorrir.Feliz é aquele que sabe valorizar as verdadeiras e simples coisas da vida
os que realmente entendem o importância dos sentimentos.mesmo que esses sentimentos não tenham se tornado uma realidadeou mesmo que esses sentimentos sejam apenas ainda um sonho; Um sonho a mais que querem conquistar, apesar de todos dizerem que eles não podem, ainda assim eles acreditam.não porque são loucos mais porque sabem o que é esperança.


(Alessandra Almeida)