sábado, 20 de setembro de 2008

Como você vê as coisas


Um dia agente aprende que há outras formas de se ver a vida...
Que a outras maneiras de se sentir após uma queda...
E que a várias formas para se aprender a levantar...
Que existe outras maneiras de se ver aquilo que está sempre igual
Aquele mesmo Sol aquelas mesmas flores... Aquilo que ninguém quis ver, ou pelo menos nem tentou, essas coisas podem não mudar, mas com o passar do tempo à forma com que as vemos é que muda tudo.
Um dia você olha pro seu lado e vê que nem todo sorriso é verdadeiro
Que nem todo amigo quer sua amizade, que nem todo vilão era assim tão mal, que nem toda a lágrima derramada valia a pena cair.

Que nem toda a distância é suficiente pra separar,
Que nem todo o tempo pode apagar certas marcas e certas pessoas de nós.
Que amor não é algo que vem em uma caixinha de brindes
E que palavras bonitas sem sentimentos não têm efeito
Que o rumo de sua vida só depende de você
Que às vezes as escolhas mais certas ao seu olhar não eram tão boas assim
Que existe uma longa escada e não é nada fácil subir seus degraus
Mas se você quer chegar ao topo tem que começar debaixo
Que a cada ano de sua vida você não ganha apenas mais motivos para se sentir velho, você ganha bem mais que isso você ganha mais maturidade, mais chances de enxergar que cada um de nós tem nas mãos a escolha, basta saber faze - lá.

(Alessandra Almeida)

Um comentário:

Jaki disse...

Para pensar néah!!!